Gente Que Faz a Internet Brasileira Acontecer  

::Menu::
BlueBus
New York Times
IDG Now!
Plantão INFO
Dilbert
clique aqui para saber quando este site for atualizado

::Anteriores::

Relatos de pessoas que trabalham duro para fazer da Internet um lugar melhor e de quebra ganhar algum trocado
This page is powered by Blogger.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
   2.8.04
Fim da Primeira Onda

Oficialmente eu declaro o fim da primeira onda em redes sociais. E o vencedor no Brasil é o Orkut, para surpresa até do americano criador do site. Já são mais de 500 mil brasileiros cadastrados no site dele, contra um pouco mais de mil cadastrados no Recomendado.

Eu perdi por meses e por falta de verba de divulgação. Eu já sabia que seria difícil desenvolver o Recomendado sem divulgação na mídia, mas o surgimento do Orkut foi uma surpresa, eu não esperava um concorrente logo nos primeiros meses. O Orkut teve uma grande divulgação por estar relacionado ao Google. Enquanto no Brasil pouco se falava dos líderes lá fora, LinkedIn e Friendster, quando o Orkut surgiu toda a mídia noticiou, como uma nova estratégia do Google. O custo para conseguir uma divulgação similar à que o Orkut teve no Brasil de graça seria da ordem de milhões de reais.

Existe ainda esperança na segunda onda: quando os portais e demais sites começam a construit concorrentes ao atual líder, agora que a fórmula se mostrou bem sucedida. Vou tentar posicionar o Recomendado como passível de absorção ou parceria.





   2.3.04
500

Chegamos aos 500 usuários registrados no Recomendado! Já é um começo. A divulgação ainda está difícil, pois custa caro. Como eu esperava, todo o contato com a imprensa foi em vão. É difícil lidar com a imprensa. Já trabalhei numa consultoria em que gastávamos uns dois mil reais mensais com RP de um produto, e com resultados pífios. A minha esperança é no corpo-a-corpo com formadores de opiniões e webmasters.

Quem sabe posteriormente os jornalistas venham a conhecer o serviço por indicação de amigos, e eu tenha alguma cobertura espontânea. Mas atualmente é batalhar cada exposição que conseguir.



   16.2.04
Aquecendo

Ainda não sei se lguém divulgou espontaneamente, mas o Recomendado está começando a "pegar"! isto é ótimo! Claro, ainda não chegamos a 100 usuários, mas devagar vamos indo.

Aliás, devagar demais. Continuo com planos de divulgação do site, mas é difícil encontrar sites com uma boa audiência e bom preço para anunciar. mas acredito que encontrei pelo menos 2 sites para começar. O que ajudou bastante foi ter descoberto o usuário Online, um sisteminha que lista a quantidade de usuários online em cada site que usá-lo, e de quebra faz um ranking dos sites por visitação.

Agora é tentar encontrar boas oportunidades de divulgação para melhorar o lançamento do Recomendado.


   12.2.04
Divulgação

Agora começa a fase real do Recomendado, com a divulgação e adoção ou não do serviço. Teoricamente tem tudo para dar certo, inclusive com modelos similares bem-sucedidos lá fora. Mas nada disso é certeza do sucesso do conceito aqui no Brasil, e nem que será o meu site e não o de algum concorrente que alcançará o sucesso.

A chave para atingir os objetivos é divulgação. mas infelizmente já aprendi a duras penas que não se pode contar com a imprensa. É preciso ter dinheiro para ter um relações públicas que consiga "furar" a barreida da imprensa local, mais acostumada em apenas traduzir o conteúdo de outros veículos lá de fora, ou publicar os press-releases de grandes empresas previamente digeridos e editados por jornalistas contratados por elas. Sobra pouco ou nenhum espaço para os pequenos.

Eu enfrento este problema desde o primeiro projeto. Espero que com o Recomendado esta barreira seja derrubada, pois para usá-lo cada membro precisa convidar seus amigos, mas isso não é certeza de que vá ocorrer. Para obter recursos é preciso crescer. Para crescer é preciso divulgar. E para divulgar é preciso ter recursos. Será que desta vez vou conseguir quebrar este círculo vicioso?



   8.2.04
Testes

Estou lançando o Recomendado. Este é o serviço similar ao Friendster, para desenvolver uma rede social de amigos. Passei o sábado e domingo testando o sistema completamente. Muitos erros de última hora foram encontrados e solucionados. Mas agora o sistema está bem rendondo para o lançamento.

Abaixo está relacionado o roteiro simples para teste no sistema, simulando o uso por quatro pessoas: João, Joana, Mateus e Leticia. Ao mesmo tempo dá pra se ter uma idéia das funcionalidades existentes no site.

- Inscrever João (cidade Santos)
- Inscrever Joana (cidade São Paulo)
- João procura Mateus no Recomendado
- João convida Mateus
- Inscrever Mateus (cidade Santos)
- Verificar se João vê Mateus e Mateus vê João
- Colocar perfil Mateus com foto
- Joana procura Mateus
- Joana adiciona Mateus como amigo
- Mateus aprova
- Verifica se Joana vê Mateus e Mateus vê Joana
- Mateus apresenta Joana a João
- Verificar se Joana e João recebem mensagens e podem ver o perfil
- Joana envia mensagem para Mateus
- Mateus cria grupo público PubGrupo
- Mateus cria grupo público com aprovação AprovGrupo
- Mateus cria grupo privado PrivGrupo e convida Joana
- Inscrever Leticia (cidade São Paulo)
- Leticia procura grupos e se inscreve em PubGrupo
- Leticia pede aprovacao em grupo AprovGrupo
- Mateus aprova inscricao de Leticia
- Leticia cria anúncio procurando colega de quarto em PubGrupo
- Verificar se todos conseguem ver anúncio
- Leticia cria anúncio procurando colega de quarto em público
- Verificar se ninguém consegue ver o anúncio
- Joana adiciona anúncio no PubGrupo aos favoritos
- Joana responde a anúncio
- Joana adiciona Leticia como amiga
- Leticia aprova
- Verificar se Joana pode ver os dois anúncios
- Leticia navega pelos contatos de Joana e adiciona João nos favoritos
- Joana altera seu perfil
- Joana adiciona fotos ao álbum de fotos
- Leticia relembra a senha de acesso
- Leticia muda a senha a partir da senha temporária
- Mateus escreve uma opinião sobre João
- João aprova opinião de Mateus



   30.1.04
Opiniões

É engraçado falar sobre o conceito do Friendster para pessoas que ainda não conhecem o serviço. Geralmente as reações são de total oposição, na linha "isso nunca vai dar certo", "eu não iria cadastrar meus amigos" e a total aceitação, na linha "ótimo para manter contato", "assim posso usar meu networking totalmente".

Nem sempre isso acontece. Um empreendedor deve estar preparado para vivenciar situações onde todos achem a idéia inviável. Motivos nunca faltarão. O importante é acreditar na idéia no interior, e arriscar. É importante ouvir a opinião das pessoas, a fim de refinar a idéia. Mas sugiro fazer isso somente quando tiver enraizada a confiança no projeto, para evitar que opiniões negativas o façam desistir da empreitada.

Vamos por exemplo pensar em um grande sucesso em software, o ICQ. A idéia é cadastrar os amigos e saber quando eles estão online. Imaginando que este tipo software não existisse, ao apresentar a idéia a amigos eles poderiam identificar vários pontos de oposição:
- ocupa espaço em memória o dia inteiro
- os amigos podem perturbar a toda hora
- se quer falar alguma coisa com alguém existe e-mail
- o software pode "espionar" o que ele faz na internet
- gasta banda deixando a navegação mais lenta
- tem que cadastrar todo mundo
- só funciona se todos tiverem o software

Todos os pontos são verdadeiros e válidos. Poderiam realmente fazer um empreendedor menos confiante descartar a idéia. Mas o criador do ICQ insistiu e hoje mais de 200 milhões de pessoas usam o programa no mundo inteiro. Então temos que sempre lembrar que em qualquer projeto existem fatores positivos e negativos, e estudar os fatores negativos não para inviabilizar o projeto mas para tentar aperfeiçoá-lo.

Em tempo, o Friendster e redes similares já possuem seis milhões de usuários nos Estados Unidos, então quando algum amigo critica a idéia de forma mais contudente, eu tento nunca esquecer este número de pessoas indicando que o projeto tem sim utilidade.


   29.1.04
Rede Social de Contatos

Estrou trabalhando em um novo projeto, uma implementação de Rede Social de Contatos (Social Network). Já existem uns vinte sites nos Estados Unidos, sendo que o mais famoso é o Friendster. Para ler mais sobre o assunto acesse o histórico de notícias da Wired.

A idéia funcionou nos EUA, com alguns sites contendo um milhão de usuários. Não vi nenhum serviço do tipo no Brasil, pretendo ser o primeiro a lançar um similar aqui. Este serviço não é para ganhar dinheiro com publicidade ou assinaturas, como fazem lá fora, mas para vender para um dos players quando eles começarem a avançar em novos mercados, ou para algum portal interessado.




   19.5.03
Bits e Átomos
General True

Estou lendo um livro que fala, dentre outras coisas, sobre as economias baseadas em bits e as economias baseadas em átomos. Para transportar bits, como software, música, idéias, é necessária muito pouco. Já para transportar átomos, são necessários muito mais átomos. Daí que a Amazon, apesar de ser a maior loja online do mundo, tem um lucro mínimo, pois a cada veda tem que transportar átomos (livros, CDs, etc) pelo mundo afora, enquanto a eBay (o maior intermediário online do mundo) apenas liga vendedores a compradores, e recebe sua comissão. Enquanto 95% do faturamento da Amazon é composto de custos, 95% do faturamento da eBay é lucro puro.

Os processos baseados em bits são mais fáceis de automatizar também. É possível manter um site na internet distribuindo e vendendo programas, dando suporte básico a usuários e gerenciando as vendas 24 horas por dia de maneira automática. Embora vender o intangível seja de imediato mais difícil, o retorno é muito maior, e é o melhor negócio quando se tem a opção de escolha entre duas idéias diferentes.



   9.4.03
Sono
General True


Está difícil lutar contra o sono hoje, só consegui fazer a Agatha dormit à uma da manhã, pra acordar 4 e meia. Bebê em casa não é fácil, mas graças a Deus ela está melhorando. Estou tocando o Aladim, e está num ritmo bom. Por mais engraçado que pareça, agora que dedico mais tempo à família e faculdade, parece que o trabalho nos projetos rende mais. Acho que o tempo mais reduzido me força a procrastinar menos, e trabalhar mais. Aliás li ontem um ótimo artigo sobre procrastinação que defende esta tese, vale a pena ler!

Ao que parece estou de volta ao mundo de software e shareware, talvez de onde nuca devesse ter saído. Eu comecei desenvolvendo softwares, para depois me focar só em páginas web. De qualquer forma foi um grande aprendizado, mas software tem um potencial maior de dar certo, taí a Microsoft que não me deixa mentir.

Agora com o Aladim farei uma nova incursão no mundo do software, com foco agora no universo shareware. A concorrência é enorme, chances de sucesso limitadas, mas de certa forma eu confio mais neste caminho do que na simples criação de sites. Vamos ver no que dá.



   6.3.03
Ano Prestes a Começar
General True


Dia 10 de março, aproximadamente às 8 da manhã, começa 2003 neste Brasil varonil. Espero que este ano seja de muita saúde, paz, felicidade e sucesso para todos nós!

Estou trabalhando no Aladim, um software de controle de finanças pessoais. A idéia não é nova, e na verdade estou a princípio "scratching my own itch", que é o termo quando um programador desenvolve uma ferramenta a princípio paa uso próprio. Há três anos uso planilhas Excel para controle financeiro, porque não queria algo muito engessado. Ao mesmo tempo, meus controles foram se apurando de forma a precisar de algo melhor que o Excel.

Portanto, em breve estará pronto meu próprio programa para controle financeiro, com pelo menos um usuário cativo. :)



   9.12.02
Visão

General True



Notei esta semana no jornal The New York Tymes o uso de banners entre páginas, ou seja entre a primeira e a segunbda página de uma matéria, aparece um banner ocupando a janela inteira do browser, por 10 segundos. Esta foi a tecnologia que eu imaginei que iria dominar os sites de conteúdo, e para isso desenvolvi o Netmmercial (no momento fora do ar) em 2001. Não levou muito para ser adotada.

O mesmo com o blog, na época que nem tinha este nome, em 98, apresentei o conceito ao meu amigo Fernando, e mesmo ao pessoal do Terra (gostaram da idéia mas tinham dúvidas quanto a quem seria o dono do BD). Cheguei a começar a desenvolver o site, mas não dei cabo do trabalho, e quando o sucesso veio, anos depois, eu não era um dos players do mercado.

Bom, pelo menos os dois exemplos mostram que estou acertando a mão, no que pode acontecer na Internet. Ainda falta acertar o foco, ter uma boa execução, ou seja ir até o fim em cada idéia, e no timing certo. Talvez se eu tivesse lançado o primeiro site brasileiro de blog em 99 teria sido um sucesso. Talvez tivesse que pastar três anos até o sucesso em 2002. Quanto tempo uma tecnologia leva para maturar, e ser adotada em massa é algo que ainda não sei muito, que preciso estudar. Acredito que haja esperança, um dia devo acertar a mão, o importante é continuar tentando.



   1.12.02
Histórico

General True



Não sei muito o que deu em mim, mas desde uma conversa com o desenvolvedor do Hábil sobre um dos meus projetos, o DeskNet, fiquei com vontade de rever a história da SmartMedia. Percebi que a grande maioria dos projetos estão offline. Muitos deles não são mais úteis, mas alguns não perderam a importância, digamos, da contribuição social, muito embora não tenham retornado o esperado em valores monetários.

Decidi reunir tudo em um único lugar, a la WebZona, um portal e museu virtual da história de minha empresa, a SmartMedia. E assim o Superdez sofre uma mutação, virando um guarda-chuva para os serviços criados o longo destes anos todos.

Não sei ainda o que fazer deste blog, provavelmente vou copiar minhas mensagens para um novo blog, e que será adaptado para funcionar no site da SmartMedia, que também está no Superdez.


   22.11.02
Nomes
General True


Qual o nome que deve se dá a um serviço na Internet? É interessante que o nome do serviço ou produto e o domínio sejam idênticos. Isso facilita ao usuário procurar algo, quando lembra do produto ou empresa, já sabe o domínio para acessar. Como algumas pessoas verão só o domínio, também é interessante que este já diga a que veio. por exemplo o que você espera encontrar em www.faculdades.com.br? Outro ponto é que deve ser fácil de escrever e falar, assim se alguém está recomendando o site, evita ter que soletrar. Imagine o site "calção", qual seria o domínio? É com cê ou dois esses, cedilha ou sem, com acento ou não? Isso deixa o usuário confuso.

Por isso que o Controle de Vendas, se um dia eu terminar, vai ficar hospedado em algo do tipo www.controledevendas.com.br. Só um adendo, o Google (www.google.com.br) já está entre os 10 sites mais acessados no Brasil. É difícil de escrever, de falar, até de soletrar. O site da Receita Federal também não tem um domínio fácil, mas as pessoas decoram. O que prova também que relevância é fundamental, se o site for muito bom, as pessoas farão um esforço extra para utilizar o serviço, não importando o domínio ou nome do site. Dar ao povo internauta o que eles querem/precisam é a regra fundamental do jogo.





   12.11.02
Pessimismo
General True


Pensamento pessimista: se eu tivesse usado todo o tempo investido em projetos para trabalhar como digitador, cobrando 1 real a lauda, teria ganho muito mais dinheiro do que ganhei nos projetos. E investido menos. Às vezes é bem difícil tentar manter o otimismo, foco e força de vontade, quando os objetivos parecem sempre na mesma distância, nunca parecem estar mais próximos de alcançar.

Estou dando um tempo. Tenho muito a viver, pra continuar perdendo tanto tempo na frente do micro. Vou tocando o Controle de Vendas aos poucos, e investindo mais na minha família, faculdade, etc. Quem sabe no futuro próximo eu esteja um pouco mais experiente para decidir quais os passos certos a tomar.





   1.11.02
Mudanças II
General True


Incrível como o tempo voa. Já fazem quase 2 meses desde a última vez que escrevi aqui. A vida continua complicada, as aos poucos está se acalmando. Mudei de apartamento, consegui graças a Deus comprar os móveis, montar o quarto das crianças, meu quarto e a cozinha. Falta a sala.

O apartamento não tem sala de jantar, mas a cozinha é espaçosa. Os computadores já estão devidamente transferidos e configurados, infelizmente devido às contas e à mudança tive que me desfazr do Speedy, e por um tempo volto à vida no modem. De um lado é bom, no tempo que passar na frente do micro em caa vou me focar mais em projetos. Banda larga é boa pra diversão, mas ainda não é essencial para trabalhar.

O Superdez continua parado. ender a inércia é muito difícil, ainda mais com a falta de tempo e motivação. Eu cometo o erro de começar alguns projetos sem a idéia clara de onde, como e quando ganhar dinheiro. São idéias boas, mas não são, no vocabulário administrativo, potencialmente rentáveis. Uma coisa que meu amigo Fernando sempre faz quando lhe conto uma idéia nova é perguntar como vou ganhar dinheiro. Este deve em parte ser o foco. Se algo não gera dinheiro, não gera motivação para me fazer investir mais tempo e melhorar.

Bom, de qualquer forma, neste período consegui mudar de apartamento, comprar o quartinho do bebê e montar o enxoval, e adquirir um montante substancial de dívidas. Agora é administrar a situação, e ir me preparando para o nascimento da minha filhinha. Faltam só 40 dias....